Coaching de carreira: quem sabe é a hora de você tomar a sua decisão?

Será que está na hora de assumir o risco da sua carreira?

Coaching de carreira pode te orientar nesta dúvida!

Somos apaixonados por desenvolvimento de pessoas  e vamos falar de uma grande felicidade que tivemos nesta manhã e que inspirou a redação deste artigo. Conversamos com um empreendedor fantástico, de sucesso e que nos disse o seguinte: “Quando eu decidi deixar um emprego seguro para empreender, eu sabia que estava pulando no vazio.” Perguntamos então como ele fez isto com tanta segurança, ele respondeu: “Eu me conhecia, eu sabia qual era as minhas potencialidades e aí eu percebi que o risco não era tão grande.” Hoje ele está se mudando para outro país, do outro lado do Atlântico, com muito sucesso. Deixando uma semente da empresa dele no Brasil e levando para o outro continente, para um povo tão querido e especial, um trabalho magnifico e fantástico.

O exemplo deste profissional permite pensarmos em modelos mentais que nos ajudam a ter sucesso ou não. Sendo ainda mais específicos, dizemos que existem crenças que nos fortalecem e crenças limitantes. Neste caso, as crenças que embasaram a decisão dele somente o fortaleceram.

Crenças que nos fortalecem e crenças que nos limitam

A primeira crença limitante que você deve jogar fora é não existem oportunidades, que não existem vagas. Esta é uma crença limitante que deixa muitos profissionais em casa, desanimados, e isto demonstra que é hora de pensar diferente. Acredite, existem vagas! Existem oportunidades!

Outra crença limitante que deve jogar por terra é que você deve trabalhar apenas em uma área, ou que deve procurar oportunidade apenas na sua área de formação. Esta crença nos limita por que ela faz com que agente busque em apenas alguns lugares. E nós, seres humanos, nascemos com tantas competências, com tantas possibilidades, então pare para pensar. Amplie e pense fora da caixa, permita-se pensar em alguma oportunidade de trabalho em uma área de atuação diferente com as quais você sempre trabalhou até hoje.

Decisão: a direção da vela determina para onde o vento vai levar

Hoje é segunda feira, primeiro dia da semana. Como é que você vai começar a sua semana? A forma como agente começa as coisas determina como elas vão terminar. Você está procurando emprego? Está pensando em uma nova oportunidade? Está querendo investir em sua carreira? Quais crenças o fortalecem e quais os limitam?

Para ajudar no processo é preciso ter autoconhecimento: saber o que gosta, o que faz bem, que oportunidades você está buscando? Pense nisto, pense agora! Pare alguns minutos, coloque isto no papel. Coloque também nomes de amigos que possa fazer contato, é possível que tenha um amigo, uma pessoa conhecida da sua rede de relacionamentos que tenha uma oportunidade e que não sabe que você está procurando algo parecido. Faça uma lista de pessoas com que você possa fazer contato, pessoas interessantes e úteis nesta sua busca. Procure na internet, site, empresas que sejam empresas do seu interesse.

Evite ficar em casa, busque levantar dentro do seu repertório todas aquelas coisas que você faz bem. É importante que você esteja aberto! Levante a vela do seu barco, direcione o leme e vá de encontro ao sucesso. No estaleiro não há qualquer chance de mudar o que precisa. No porto seguro as coisas permanecerão pouco mudadas. É hora de hastear a vela e viajar no mar das oportunidades.

Fatores decisivos para a tomada de decisão

Como nós passamos a maior parte do tempo trabalhando é fundamental encontrarmos motivos para sermos felizes com a atividade que realizamos. Empregado ou não, muitas vezes não é possível mudança tão brusca. Melhor seria se possível planejar a carreira, ter orientação de carreira ou coaching de carreira, aumentando assim o autoconhecimento e a assertividade profissional. Uma analogia com o barco dos parágrafos anteriores seria a bússola dos nossos esforços para alcançar nosso propósito de vida e sermos realmente felizes no trabalho.

Existem fatores motivacionais e intrínsecos, estão dentro de nós. Outros fatores são exteriores, são extrínsecos, e estão relacionados com situações externas do trabalho. Se for assim, vamos dar algumas dicas para que vocês sejam mais felizes no período de transição.

Anote aí alguns fatores de motivação que dependem de você.

  • Faça o que você gosta, se não gosta, procure fatores naquela atividade que mais gosta e foquem neles.
  • Trabalhe com paixão, a empresa em que trabalha pode até não ser a melhor, mas se você ama o que faz vai trabalhar com mais alegria. Torne-se referência fazendo o seu melhor.
  • Cultive talentos, aplique tudo aquilo que faz bem feito naquela atividade.
  • Compartilhe o conhecimento, você não só se sentirá melhor ajudando um colega como também receberá feedbacks de reconhecimento e isto abrirá para você mais portas onde estiver atuando.
  • Assuma os riscos da sua carreira, para que possa trabalhar com afinco, bem remunerado, para que possa ser valorizado e que com o tempo receba dinheiro, status, como deseja, assuma a direção do barco e vença distâncias e tempestades.
  • O dinheiro, virá como consequência do excelente trabalho que você fizer.

Coaching

É a hora de você tomar a sua decisão

Então comece a semana diferente, saia de casa, faça contatos, existem boas oportunidades esperando por você.

Pergunte-se sinceramente, pare tudo o que estiver fazendo. Medite e concentre-se se é a hora de você tomar uma decisão! Está mesmo na hora de você correr o risco da sua carreira para ser mais feliz? Deixar o lado seguro e arriscar para algo de mais sucesso? Você precisa se conhecer! É hora de você tomar a sua decisão de ser feliz profissionalmente, e ser feliz, apenas isto é o que realmente importa. Sua saúde, sua família, seus amigos dependem da sua realização, mas ninguém mais que você depende disto. Desenvolva-se como pessoa, procure inovar em relação ao que pensava sobre você mesmo, saia da caixa, procure profissionais que são especialistas neste direcionamento, não perca tempo.

O seu sucesso depende de você!

Até o nosso próximo papo carreira!

 

Para saber mais acesse nossas redes sociais!

 → Facebook: /MiltaRochaConsultoria

 → Linkedin: miltarocha

→ Youtube: /MiltaConsultoria

CTA_fale com um consultor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *